domingo, 4 de novembro de 2007

Na Livraria




NA LIVRARIA
(parceria minha com Alice Sant´Anna)

Passo o dia inteiro
Aqui, as mãos para trás
Toda bons dias tardes e noites
Todos custando tanto a passar
Soldadinhos de chumbo têm destino melhor
Que ler as mesmas orelhas todos os dias
Até sabê-las de cor

Vamos jantar? Eu conto um sonho
Em que as prateleiras se põem a girar
Todas as letras, as belas, as feias
Erguendo um alto mirante pro mar
Ele faz que sim com a cabeça
Diz que me entende
E eu não sei mais o que é livro e o que é gente.

Um comentário:

Nome de quem? disse...

Então, eu te digo. Livros são pedacinhos de gente escritos no papel, se juntares todas as paginas traça-se um perfil todinho, só de letras e rabiscos. Nem é problema quando mentem, os autores em seus papeis, pois no fundo se escrevem é por que querem expressar o que seu ser sente; nunca importando o que este ser expresse... pois vêm junto, do carvão a personalidade.