terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Consultoria Sentimental Arthur Rimbaud


"Ora, você ainda não reconheceu que as raivas eram falsas tanto de um lado quanto de outro! Mas os últimos erros são seus, pois mesmo após eu o ter chamado, você persistiu em seus falsos sentimentos. Acredita que sua vida será mais agradável com outros que comigo: Reflita sobre isto! -- Ah, certamente que não! -- Apenas comigo você pode ser livre e eu juro que serei mais gentil daqui em diante e deploro toda a minha parte nestes erros. Tenho enfim o espírito livre, gosto de você; se você não quiser voltar ou que eu vá até você, será um crime e você vai se arrepender por LONGOS ANOS pela perda de toda liberdade e por sofrimentos talvez mais atrozes que aqueles pelos quais já passou. E agora, medite sobre o que você era antes de me conhecer."
(carta de Rimbaud para Verlaine, 5 de julho 1873)

4 comentários:

caio carmacho disse...

rimbaud, a patroa do lar

ricardo domeneck disse...

juro que rimbaud foi a perfeita diva.

caderno digital disse...

como diria nel rodrigues
"ou o jovem é um Rimbaud ou uma besta”.
Adorei a citação, coube na minha alma.

Luiza disse...

HAHAHAHAHA!
genial