domingo, 23 de novembro de 2008

Tempos Difíceis


"Eu tinha fundado toda uma cosmovisão escorada na recusa terminante a ler os jornais do dia. “Se um homem ignora o Daily Times, o governo se ajoelhará a seus pés, pois nos dias de hoje esse é o único ato autêntico de traição”. Thoreau, “A Vida Sem Princípios”. Eu fazia grandes idéias da modéstia e da renúncia; ia bem com a escassez de minhas finanças fazer grandes idéias da modéstia e da renúncia. Uma existência frugal; pequenos furtos à cantina rendiam-me as refeições noturnas. Grande risco também em contemplar-me nu horas a fio no espelho do quarto, posto que a porta não trancava (a desfaçatez de meus locadores). Eu andava cheio dum amor positivamente franciscano por tudo que me rodeava. Eu refluía ao essencial, à prima matéria, a divindade em mim. Eu tinha um onanograma; meus hábitos masturbatórios observavam disciplina espartana; duas vezes por dia a intervalos regulares – eu fazia amor com o mundo."
(do conto "Tempos Difíceis")

Um comentário:

SB disse...

Uau!!

NAda de modéstia. Ter 1/3 do seu talento já é um passo em direção ao mais delicioso esnobismo...

SB