sábado, 6 de outubro de 2007

O Pequeno Regimento Sobe A Costa


quando a gente ficar velho
vai ter que apertar os olhos
mas as coisas não vão se esclarecer

ele disse
e não só

aprendi muitas coisas nessa vida
dignas dos que me passeiam
aprenderem idem
por exemplo

jane suas festas são uma droga
seus convidados tentam
mas não conseguem apreender o que você entende
por diversão
por nada nesse mundo

receber é uma arte
uma arte menor, mas ainda assim
uma arte

até as almofadas parecem vagamente eriçadas

você vai mesmo projetar os slides
de Tralfamadore
de novo?

viagem no tempo é um conceito tão antiquado
todo mundo sabe que você está mentindo
mas você continua

redondamente convencida
de que esse é o seu charme

no nosso meio no nosso meio no nosso meio é assim

ele disse
e não só
por exemplo

é gostoso tomar café com o sorvete
e o loteamento da lua
certas pessoas têm tanto dinheiro que compram ilhas inteiras
mas há quem consiga ler cem páginas por noite antes de dormir
as pequenas coisas
a física quântica
o estado da comédia italiana

jane você é uma anfitriã nervosa
e seus convidados adoecem parentes inventados
com muito mais freqüência do que você imagina.

2 comentários:

nome de quem? disse...

Ilhas inteiras?
Ilhas? De onde não têm como sair?
Quem disse que o homem é uma ilha?
Viajens no tempo são lembranças saudáveis...
As vezes lembranças do que não existiu.
E deixe a moça em paz:
"Também temos saudade do que não existiu,
e dói bastante." (Carlos Drummond de Andrade)

nome de quem? disse...

mais uma....
Será que perdemos a visão quanto mais ficamos velhos por tanta maldade que nossos olhos já viram? Será que eles não se fecham com o tempo de tanta vergonha que têm em ficar abertos?